Judo: Sporting é bicampeão europeu e com um herói inesperado

Judo: Sporting é bicampeão europeu e com um herói inesperado

Jovem João Martinho teve de render o holandês De Wit e o seu triunfo lançou uma equipa que festejou o título ainda antes de Jorge Fonseca entrar no tapete.

O Sporting revalidou esta tarde o título de campeão europeu de judo, em Odivelas, ao bater de novo os russos do Yawara Neva na final, por 3-2. João Martinho, que rendeu o lesionado holandês Frank De Wit, foi o inesperado herói dos leões.

Vencendo o primeiro combate com Kherlen Ganbold (-66 kg) e perdendo de seguida com João Fernando (-73 kg), os leões triunfaram no terceiro com João Martinho, que nos -81 kg projetou Denis Kalinin aos 1m43s do prolongamento, fazendo o 2-1, para depois o mais titulado dos leões, o espanhol Nico Sherazadishvili, conseguir dois waza-ari e garantir o título do Sporting a 21 segundos do final do quarto combate.

Jorge Fonseca entrou no tapete, para os +90 kg, já com os leões em grande festa, para defrontar o enorme Anton Kribobokov. O português campeão mundial acabaria por perder, por ippon, colocando o resultado final em 3-2, tal como há um ano.

O Sporting tinha chegado à final depois de vitórias sobre os georgianos do Golden Gori, por 3-2, nos quartos de final, e os russos do Ratiborets Ekaterinburg, por 4-1, nas meias.

Em femininos, o Benfica falhou as medalhas, após uma vitória inaugural (5-0) sobre o Galatasaray, da Turquia, nos quartos, seguido de derrotas com Valência, de Espanha, nas meias-finais, por 3-2, e na disputa pelo bronze, com as romenas do Cluj-Napoca, pelo mesmo resultado.