Ginasta russo que exibiu um 'Z' de apoio à Rússia defende-se: "Atletas ucranianos têm-nos tratado mal"

Ginasta russo que exibiu um 'Z' de apoio à Rússia defende-se: "Atletas ucranianos têm-nos tratado mal"
Redação

Depois de exibir um 'Z' - símbolo utilizado pelo exército russo - no pódio da Taça do Mundo de ginástica artística, Ivan Kuliak foi muito contestado e está sob investigação da FIG. Agora, pronunciou-se sobre o caso.

Ivan Kuliak, ginasta russo que exibiu um 'Z' no equipamento quando subiu ao pódio na Taça do Mundo de ginástica artística, em Doha, no Catar, pronunciou-se pela primeira vez sobre o caso. O símbolo/letra é utilizado (a) pelo exército russo nos veículos militares e significa "Pela Vitória".

O ato do atleta tem causado muita polémica e a Federação Internacional de Ginástica (FIG) já abriu uma investigação ao sucedido.

Através do Telegram, Kuliak defendeu-se. "Disseram-nos para cobrir a bandeira [da Rússia] e eu fiz isso. Já tinham banido tudo o que era possível exibir e eu só quis mostrar de onde sou, apenas isso. Não tenho medo das consequências e não quero causar danos a ninguém. O 'Z' significa 'Pela Vitória', pela paz. E os atletas ucranianos têm-nos tratado mal, só vendo é que iriam acreditar", adiantou.

"Os atletas ucranianos começaram todo este movimento político. Foi em resposta a isso que eu fiz o que fiz. Eles estavam no pódio a gritar 'Glória à Ucrânia' e, de acordo com os regulamentos da competição, isso não é permitido. Mas ninguém lhes disse nada esse respeito.

O russo foi medalha de bronze nas barras paralelas. O ucraniano Ilia Kovtun foi o vencedor da prova.

De recordar que, desde segunda-feira, os atletas russos e bielorrussos foram impedidos de participar nas competição organizadas pela FIG.