Árbitro assume erro na final do Mundial de Clubes

Árbitro assume erro na final do Mundial de Clubes

Janny Sikazwe explica porque não mostrou o segundo cartão amarelo a Sergio Ramos na final do Mundial de Clubes, ganha pelo Real Madrid.

O Real Madrid revalidou o título do Mundial de Clubes numa final disputada com os japoneses do Kashima Antlers, que no final reclamaram a falta de coragem do árbitro para assinalar uma grande penalidade e a não expulsão de Sergio Ramos.

Janny Sikazwe, árbitro visado, em entrevista ao filgoal.com dá razão ao Kashima Antlers, mas garante ter sido fruto de uma falha de entendimento entre a equipa de arbitragem. "Não foi mais que uma falha de comunicação entre mim e o árbitro assistente. Ele assinalou falta e pelo auricular disse-me: 'sem cartão', mas eu percebi: 'cartão'. Não foi mais que isso, uma falta de entendimento", contou, sobre a falta cometida pelo defesa espanhol, que acabou por não ver o segundo cartão amarelo.

Depois de uma entrada mais dura de Sergio Ramos, o árbitro assinalou falta e levou a mão ao bolso, contudo, após uns instantes, aparentemente por estar a ouvir o árbitro assistente, recuou na decisão e o espanhol do Real Madrid continuou no relvado. "Não foi pelo vídeo-árbitro, foi por algo entre o meu assistente e eu", assegura.