Forjães causou sensação no Campeonato de Portugal: "Ficar será um título para nós"

Forjães causou sensação no Campeonato de Portugal: "Ficar será um título para nós"

São amadores, tinham apenas duas vitórias até domingo passado, mas tombaram pela primeira vez o líder Länk Vilaverdense e com estrondo.

O Natal trouxe uma grande prenda antecipada para o Forjães, que pode orgulhar-se de ter sido o primeiro clube a derrotar o até então líder Länk Vilaverdense, que até domingo tinha apenas dois empates em 11 jogos, com nove vitórias pelo meio.

E o emblema do concelho de Esposende fê-lo em grande, com uma goleada (4-2) em Vila Verde. "Não foi um resultado surpreendente e quem viu o jogo percebeu isso. Vínhamos de uma vitória e já tínhamos feito por merecer ganhar, mesmo noutros encontros em que perdemos", explica o treinador Carlos Viana. O feito foi tal que este foi somente o terceiro triunfo na série A do Campeonato de Portugal.

Em ano de estreia na prova, o objetivo passa pela permanência. "Não podemos pensar de outra forma. Estamos a quatro pontos do terceiro lugar, mas o Länk Vilaverdense e o Marítimo B estão a uma grande distância nos dois primeiros. Conseguirmos a permanência será como um título", sublinha. "A importância seria tal, que permitiria ao clube dar um passo em frente e virar-se para o semiprofissionalismo e ter outras condições de trabalho", completa. O facto de a estrutura ser amadora numa série "extremamente competitiva" é mais um desafio. "Trabalhamos como se fôssemos profissionais com gente que chega ao treino depois de oito horas de trabalho. Temos empregados fabris, estudantes, treinadores em ginásios e temos também lidado com ausências no plantel que nos causam várias dificuldades. Não dispomos da qualidade individual de outras equipas, porém, estamos a conseguir superar-nos e a fazer grandes jogos", elogia.

Num clube que se tem deparado com "um mundo novo", Viana fala, também, de uma "viagem fascinante" até ao momento no CdP e, apesar das contrariedades, não quer desculpas. "Conseguimos soluções dentro das dificuldades e somos uma equipa valente", conclui.