Montero, a chegada de Keizer e o futuro no Sporting: "Gostaria de ficar aqui"

Montero, a chegada de Keizer e o futuro no Sporting: "Gostaria de ficar aqui"

Avançado deu entrevista à Marca da Colômbia

O impacto de Marcel Keizer no Sporting não passou despercebido e na Colômbia também se destaca o trabalho no holandês em Alvalade.

Em entrevista à Marca Colômbia, Fredy Montero foi questionado sobre o que trouxe de novo o atual técnico leonino. "A maior diferença está na forma de treinar. O esquema tático manteve-se - continuamos em 4-3-3 -, mas o técnico dá menos liberdade a cada jogador quando temos a passe da bola. Pretende que sejamos dinâmicos e que joguemos de forma simples, com um ou dois toques, que avancemos juntos. Estamos confortáveis com esta forma de jogar, mas há margem para crescer. Já tivemos jogos muito bons, mas é verdade que em outros custou-nos entrar no jogo que o treinador pretende."

Em final de contrato, mas com a hipótese de ficar mais um ano, Montero lembra que ainda não foi abordado para continuar, mas que a ideia agrada-lhe. "Gostaria de ficar aqui, mas obviamente há muitos fatores que vão fazer a diferença. Ainda falta muito tempo, o mercado está aberto e no futebol tudo pode acontecer. Hoje estou aqui, treino-me a cem por cento para possa ser opção. Na minha mente só está a ideia de jogar e ajudar a equipa."

Sobre um possível regresso à Colômbia, Montero não afastou a hipótese. "Depende da oferta e do projeto futebolístico. Europa ou Colômbia são opções bemvindas e vou estudá-las."