Olympiacos bateu à porta, mas o Sporting não esqueceu Podence

Olympiacos bateu à porta, mas o Sporting não esqueceu Podence
Filipe Alexandre Dias/Mário Duarte

Tópicos

Bruno Gaspar não foi utilizado na pré-época, mas pode ser recurso do técnico holandês enquanto espera pelo reforço do grupo com Rosier e Ristovski em pleno.

Numa altura em que a ocupação da direita da defesa do Sporting é um dos temas na ordem do dia, há um dado a reter na atual conjuntura: Bruno Gaspar é uma opção que Marcel Keizer tem em conta. E o enredo que se está a desenvolver entre a Academia e Alvalade pode mesmo levar o técnico holandês a recorrer a um trunfo com que os leões não contam para 2019/20, mas que, para todos os efeitos, ainda está ao dispor do treinador que comanda a equipa.

Thierry Correia tem sido a aposta para desempenhar o posto de lateral-direito neste arranque de época, dada a indisponibilidade dos dois crónicos candidatos ao lugar, Stefan Ristovski e Valentin Rosier, mas a verdade é que tem sentido algumas dificuldades em dar conta do recado numa etapa de exigência máxima, tendo o Sporting sofrido seis golos nos dois jogos disputados, ante o Benfica (0-5) e o Marítimo (1-1). Com os laterais macedónio e francês ainda a recuperar a melhor forma física - Rosier deve voltar no final do mês, ante o Rio Ave, Ristovski só com o Boavista, a 15 de setembro, após a paragem FIFA, poderá ser opção, como O JOGO deu ontem conta -, e caso pretenda preservar o lateral-direito de 20 anos de eventuais novos desaires, pode surgir uma "inesperada" oportunidade para Bruno Gaspar nos próximos jogos.

Apesar de ter sido notificado pela SAD que se encontrava no mercado quando se apresentou na Academia após representar Angola na CAN, Bruno Gaspar, ao contrário de outros jogadores - casos de Viviano, André Pinto, Jefferson ou Petrovic, por exemplo -, tem trabalhado integrado no grupo às ordens de Marcel Keizer, está inscrito e conta para o técnico holandês, que, mesmo não o tendo utilizado na pré-época, pode chamá-lo nos próximos jogos - assim o mercado o permita.

Leões nem ouvem Olympiacos

No mercado, Bruno Gaspar tem suscitado algumas abordagens por parte de clubes europeus. Uma delas, sabe O JOGO, foi liminarmente rejeitada pelos responsáveis da SAD leonina: o Olympiacos procurou saber em que condições poderia contratar o lateral-direito de 26 anos, mas os leões encerraram de imediato as conversações e nem quiseram saber a proposta do clube grego. Em causa está o diferendo que opõe os dois emblemas pela transferência de Podence, que assinou livre, depois de rescindir com os leões alegando justa causa, em 2018.