Salvador acusa: "Há muitos criminosos infiltrados no futebol e na arbitragem"

Salvador acusa: "Há muitos criminosos infiltrados no futebol e na arbitragem"

António Salvador, presidente do Braga, esteve na sala de imprensa e deixou duras críticas à equipa de arbitragem do jogo com o FC Porto.

Críticas à arbitragem: "O Militão, aos nove minutos, corta a bola com o braço e é claramente penálti. Há um golo limpo que é anulado por fora de jogo. O VAR consegue detetar algo que ninguém consegue ver. O jogador está em linha. O VAR só reverte decisões claramente erradas, mas aqui não foi assim. Não há fora de jogo e há um golo limpo anulado ao Braga. Antes do intervalo há uma mão do Manafá. Segundo penálti por marcar. Decisões que são más demais para ser verdade. O árbitro dá dois minutos de compensação e consegue apitar antes de se esgotarem os dois minutos. O Maxi deu uma cotovelada ao Murilo, deixou-o a sangrar, e devia ter sido expulso. Os nossos jogadores acreditavam que era possível a eliminatória, mas foram demasiadas decisões erradas. Esta equipa não merecia que agentes desportivos com responsabilidade se tivessem demitido das suas responsabilidades, dando a eliminatória como ganha pelo FC Porto. Só assim se percebe que o Conselho de Arbitragem tenha nomeado um árbitro desta categoria e este VAR".

Momentos decisivos: "Decisões como as que se aconteceram no jogo de sábado para o campeonato, como aconteceram no jogo de domingo da equipa B na II Liga... Há uma coisa que tem de ficar clara. Nos momentos decisivos da Taça da Liga, Taça de Portugal e do campeonato houve sempre erros em prejuízo do Braga. Não sei se o Braga iria ganhar qualquer uma dessas provas, mas nos momentos decisivos foi sempre prejudicado. É uma reflexão que temos de fazer."

Criminosos: "A deputada Ana Gomes disse que há muitos criminosos infiltrados na justiça. Eu diria mesmo que há muitos no futebol, na arbitragem e no desporto".