Luís Filipe Vieira arrasado no Brasil: "Pensa que tem o rei na barriga"

Luís Filipe Vieira arrasado no Brasil: "Pensa que tem o rei na barriga"
Redação

Tópicos

Presidente do Corinthians com duras críticas. Em causa a renegociação da transferência de Pedrinho.

Luís Filipe Vieira foi alvo de duras críticas por parte de Andrés Sanchez, presidente do Cortinhians, e tudo por causa da renegociação do valor a pagar por Pedrinho, que passou de 20 para 18 milhões. O dirigente não poupou o líder do clube da Luz em conversa com a Fox Sports Brasil.

"P*** que pariu esse cara, pensa que tem o rei na barriga, esse filho da mãe", atirou, passando a explicar os motivos de tal afirmação. "Fizemos um acordo de vender o Pedrinho por 20 milhões, e eu tinha de comprar o Yony por 3 milhões. Quis pôr os dois no mesmo contrato, mas falei que não. A venda do Pedrinho é uma coisa, a compra do Yony é outra. Ficou acertado que íamos comprar. Ele tinha de dar uma carta ao Corinthians para o Corinthians ter acesso a antecipação da venda nos bancos. A uma certa altura, vimos no contrato que ele fez e nós aceitámos que o Yony tinha de fazer cinco jogos para efetuarmos a compra. Com a pandemia, o Yony só tinha feito quatro jogos. Enviei um email para ele, em português com certeza, para ele entender que, se ele não desse essa carta, íamos devolver o Yony. Foi o que aconteceu", assegurou.

As críticas continuam e não baixam de tom. "Ele não deu a carta, nós devolvemos o Yony. Ele ficou nervosinho, deu-lhe uns ataques, e quis descontar do Pedrinho os 3 milhões. Não aceitei. Quando falámos do Pedrinho, a oferta era de 15 a 18 milhões, e como íamos pagar 3 pelo Yony, ele queria pagar 17. Não acertámos. Depois teve um acordo, ele pagou 18 milhões pelo Pedrinho. Foi essa a negociação. Mas ele tratou muito mal o Corinthians, faltou-me ao respeito, mas faz parte. Não é a primeira vez. Ele pensa que é o presidente do planeta, mas ele é simplesmente o presidente do Benfica", vincou.