Benfica de olho em dupla do Famalicão que já conta com aval de Jesus

Benfica de olho em dupla do Famalicão que já conta com aval de Jesus

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Vítor Rodrigues

Tópicos

Lateral-esquerdo e médio do Famalicão estão no topo da lista de potenciais reforços para colmatar vendas no defeso.

Rúben Vinagre, lateral-esquerdo de 21 anos, e Manuel Ugarte, médio de 19 anos, são dois dos principais alvos que os responsáveis benfiquistas já definiram como alvos para reforço do plantel na próxima temporada e para os quais já receberam o indispensável aval de Jorge Jesus, que, segundo O JOGO apurou, vê na dupla de jogadores do Famalicão - o primeiro está emprestado pelos ingleses do Wolverhampton - qualidades para aumentar a competitividade do plantel que atacará a época 2021/22, beneficiando os encarnados da ligação de ambos a Jorge Mendes, empresário considerado parceiro estratégico pela SAD da águia.

Os dois jogadores enquadram-se na planificação cujos traços gerais apontam, segundo já noticiámos, para um maior critério na escolha dos alvos e para jogadores que impliquem um custo bem mais baixo do que a fasquia dos 20 milhões do início desta temporada, com salários mais reduzidos, e que permitam a substituição, em qualidade semelhante ou até superior, de alguns elementos que atualmente têm pouco espaço das contas de Jorge Jesus. Em paralelo, abre-se ainda a porta a que outros possam entrar na rota das transferências e permitam equilibrar as contas.

Rúben Vinagre, internacional sub-21, não tem tido espaço de afirmação nos Wolves de Nuno Espírito Santo e, dado que foi adquirido por um preço baixo, pouco acima dos dois milhões de euros, os responsáveis encarnados têm a expectativa de conseguir a sua contratação por um valor muito inferior aos dez milhões de euros, não sendo de descartar um empréstimo com moldes futuros que permitam a compra sem afetar a contabilidade no imediato.

A contratação do jovem cedido ao Famalicão em janeiro - fez 13 jogos sempre de início - permitirá aos encarnados gerir a possível venda de Grimaldo - em Espanha noticia-se o interesse do Atlético de Madrid no lateral-esquerdo de 25 anos - por valores acima dos 30 milhões ou ainda de Nuno Tavares, surgindo clubes ingleses (Burnley e Newcastle) e um italiano (Nápoles) na corrida pelo lateral canhoto de 21 anos, avaliado pelas águias também em 30 milhões, embora esta fasquia possa ser alterada mediante as ofertas que possam chegar à SAD.

Já Ugarte, visto na Luz como um médio com grande margem de progressão, chegou ao Famalicão em janeiro - soma 11 jogos e todos a titular -, com um custo de três milhões de euros. Aos 19 anos, já está nos planos da seleção principal do Uruguai. É o nome desejado para a reestruturação do meio-campo, que incluiu o possível regresso de Florentino (cedido ao Mónaco) e que poderá passar pela venda de Gabriel ou ainda pelas saídas de Samaris e Chiquinho, que permitiriam retorno de milhões e corte na massa salarial.