"Sporting? Não sei da minha vida, nem sei se vou fazer a pré-época"

"Sporting? Não sei da minha vida, nem sei se vou fazer a pré-época"

Mama Baldé despede-se do Aves no sábado. Futuro ainda é indefinido.

O Feirense-Aves que se joga sábado será o jogo de despedida de Mama Baldé com a camisola dos avenses. O extremo chegou na época passada aos nortenhos vindo do Sporting B, entrando na Vila das Aves praticamente como um desconhecido, de onde vai sair como uma das principais figuras da equipa desta temporada. Os dez golos que o ala leva, o que faz do luso-guineense o melhor marcador da equipa, atestam isso mesmo. Mama Baldé sai, por isso, um homem feliz na hora do adeus. "Gostei muito de estar no Aves. Foram dois anos inesquecíveis e convivi com pessoas que levo para a vida. O ano anterior foi de revelação e este de afirmação. Aprendi muito com todos os treinadores que tive e melhorei em vários aspetos importantes", afirmou o extremo a O JOGO, concordando que sai "muito melhor" jogador.

O conjunto de Augusto Inácio vai apenas cumprir calendário em Santa Maria da Feira, pois a permanência já está assegurada, devido muito à segunda volta feita pelo Aves. "Foi claramente uma segunda volta brilhante", sintetizou Baldé. A próxima temporada será de regresso a Alvalade, no entanto, o atleta ainda não sabe o futuro. "Não sei da minha vida. Ainda não me transmitiram nada e nem sei se vou fazer a pré-época." Da Turquia chegaram interessados, mas Baldé nada sabe sobre isso.