W52-FC Porto acaba com equipa profissional e aposta na formação

W52-FC Porto acaba com equipa profissional e aposta na formação
Carlos Flórido

Tópicos

Patrocinador e clube não vão correr mais com o atual plantel e terão uma academia na próxima época. Equipa de sub-23 pode ser uma possibilidade

A W52 e o FC Porto decidiram terminar, com efeitos imediatos, a atividade da equipa profissional que dominou o ciclismo português desde 2015, apostando a partir da próxima época numa academia de formação, que servirá de base, no futuro, para o regresso ao pelotão de elite. Ainda está em estudo a possibilidade de o projeto incluir uma equipa de sub-23.

Pinto da Costa e Adriano Quintanilha, magoados com a sucessão de acontecimentos que afastou a equipa da estrada desde as buscas feitas pela Polícia Judiciária a 24 de abril, na sequência da operação "Prova Limpa", concluíram não existirem condições para fazer regressar a atual equipa à estrada, até por existir uma suspensão decretada pela União Ciclista Internacional, e seguir um rumo que já vinha a ser planeado.

"A aposta iria passar sempre pela formação e por uma equipa jovem, mas, ao invés de existir uma equipa profissional e outra de sub-23, irão criar-se apenas equipas das camadas jovens", disse-nos o diretor-desportivo Jorge Henriques, um técnico já com experiência em academias de ciclismo.