NBA: relação íntima com funcionária poderá ditar suspensão para técnico dos Celtics

NBA: relação íntima com funcionária poderá ditar suspensão para técnico dos Celtics
Redação

Tópicos

Na temporada passada, Ime Udoka levou os Boston Celtics às finais da NBA, um feito que não logravam desde 2010.

Ime Udoka, treinador que levou os Boston Celtics à finais da NBA na temporada passada, um feito que não atingiam desde 2010, arrisca ser alvo de ação disciplinar, o que poderá incluir uma suspensão em 2022/23, devido a uma "relação íntima" com uma funcionária do staff da equipa.

Adrian Wojnarowski, jornalista da ESPN, é quem avança a informação, acrescentando que a possibilidade de Udoka falhar a totalidade da nova temporada está a ser ponderada, ainda que não exista "um decisão final tomada".

Caso o técnico seja suspenso, o cenário previsto não passa pelo seu despedimento, com os Boston Celtis a ponderarem substituí-lo temporariamente e de forma interina pelo assistente Joe Mazzulla.

Shams Charania, jornalista especializado na Liga de basquetebol norte-americana, explica que Udoka viu-se envolvido numa "relação imprópria e consensual" com uma funcionária do staff dos Celtics, que consideram que essa relação apresenta-se como uma "violação do código de conduta da franquia".

É de referir que Udoka conta com um relacionamento de mais de uma década com a atriz Nia Long, sendo que o casal tem um filho.