"Nunca cedi face a tudo aquilo que se passou, aos problemas que tive"

"Nunca cedi face a tudo aquilo que se passou, aos problemas que tive"

Depois de se estrear a marcar pela Seleção A, Gonçalo Paciência refletiu sobre os obstáculos que já superou durante a carreira.

Gonçalo Paciência vê o primeiro golo marcado pela Seleção A como "um sonho". Depois de se estrear a marcar à segunda internacionalização, na goleada frente à Lituânia (6-0), o ponta de lança do Eintracht Frankfurt refletiu sobre os problemas que enfrentou ao longo da carreira.

"É um sonho para mim. É o fruto daquilo que tenho vindo a fazer no último ano. Fruto do meu trabalho, da minha dedicação, da minha resiliência, porque nunca cedi face a tudo aquilo que se passou, às lesões e todos os problemas que tive. E claramente, quando marquei golo, senti isso tudo, tudo aquilo que passei", assinalou Paciência, na zona mista do Estádio do Algarve.