Jesus escolhe onze de sul-americanos e têm todos um clube em comum

Jesus escolhe onze de sul-americanos e têm todos um clube em comum

Em entrevista ao sítio da CONMEBOL, o treinador português escolheu os seus melhores pupilos da América do Sul, e não há nenhum do Sporting

Numa entrevista ao sítio da CONMEBOL na qual reitera que a conquista da Taça Libertadores "é o foco número um", Jorge Jesus, técnico português do Flamengo, foi convidado a elaborar um onze com os melhores sul-americanos que já treinou e, curiosamente, todos estiveram às suas ordens no Benfica.

"Como lateral-direito tive o Maxi (Pereira), da seleção do Uruguai. Escolho três centrais, Luisão, David Luiz e Garay... Lateral-esquerdo é mais difícil, talvez quem esteve melhor comigo foi um português, mas também o Guilherme Siqueira. Depois, o primeiro volante, não é sul-americano, mas para mim é o melhor volante do mundo, é o Matic. Talvez o Enzo Perez, argentino. Depois, como segundo volante, ai teria de ser Pablo Aimar. No ataque Rodrigo, que está na seleção da Espanha, Saviola, Di Maria e Ramires. O guarda-redes talvez o Julio César, que já apanhei no fim da carreira dele", respondeu JJ, que não escolheu qualquer jogador do Sporting ou de outros emblemas que representou.

De fora ficaram nomes como Cardozo, Jonas, Coates, Acuña, Battaglia, Teo Gutiérrez, Montero, Wendel, Lima, Gaúcho, Ederson.

Jesus, recorde-se, eliminou o Emelec nos oitavos de final da Libertadores na última semana e na próxima defronta o Internacional.