Aumenta o tom das críticas a Nuno Espírito Santo após nova derrota

Aumenta o tom das críticas a Nuno Espírito Santo após nova derrota
Redação

Tottenham perdeu este domingo no dérbi londrino em casa do Arsenal

Mais do que o resultado, pesou a forma como o Tottenham foi derrotado este domingo pelo Arsenal (3-1). A superioridade dos gunners diante dos spurs, de Nuno Espírito Santo, não passou despercebida à imprensa inglesa. Com três derrotas consecutivas na Premier League, o treinador português foi alvo de duras críticas, com alguns a arriscar que o cargo no comando da equipa londrina já está em perigo.

"Nuno Espírito Santo já está a enfrentar uma luta para salvar o emprego depois do Arsenal destruir a sua equipa no dérbi do norte de Londres", destacou o The Sun.

O Tottenham é apenas o segundo clube na história da Premier League a vencer os três primeiros jogos de uma temporada e depois perder os três seguintes. Antes, só o Everton, em 1993-94, passou por situação igual. Os Spurs começaram a competição a vencer o City (1-0), Wolverhampton (0-1) e Watford (1-0). Depois, perdeu sempre a sofrer três golos, diante do Chelsea (0-3), Crystal Palace (3-0) e agora Arsenal (3-1).

"Nuno viu a equipa sofrer três golos em três jogos consecutivos do campeonato, um sinal preocupante para um treinador conhecido por estabelecer uma plataforma defensiva sólida", destacou a BBC Sport. "O treinador do Spurs, Nuno, foi uma figura taciturna e impotente na área técnica, ao ver a equipa ser arrasada pelo Arsenal nos primeiros 45 minutos", acrescentou o mesmo site.

"A promessa inicial de levar o Tottenham à liderança da Premier League, ao começar com a vitória na primeira jornada, sobre o Manchester City, parecia estar a uma era de distância, uma vez que foram afundados sem deixar vestígios antes do intervalo", refere a BBC.

O The Guardian também não deixou passar em claro o mau momento do Tottenham, apontando falhas táticas na equipa. "Nuno quer que a sua equipa seja compacta, mas seria razoável esperar isso com Alli e Tanguy Ndombele como número 8 no seu sistema 4-3-3? Arteta optou por um equilíbrio maior, trazendo de volta Granit Xhaka após suspensão no lugar de Nicolas Pépé, e não poderia ter sido melhor para ele durante um primeiro tempo de ouro. Ou pior para o Nuno", conclui.