Luis Suárez recorda saída do Barcelona: "Koeman não tem personalidade"

Luis Suárez recorda saída do Barcelona: "Koeman não tem personalidade"
Redação

Internacional uruguaio campeão pelo Atlético de Madrid critica critica atitude do presidente do clube catalão.

Luis Suárez saiu no final da época passada do Barcelona, clube que o dispensou, assinou pelo Atlético de Madrid até 2022 e contribuiu para a conquista do título ao ser o melhor marcador com 21 golos em La Liga.

Em declarações à Radio Cope, o internacional uruguaio não escondeu ter ficado desiludido pela forma como saiu do Barcelona, lembrando episódios em que teve influência na continuidade de outros jogadores no clube.

"Não quero ir contra o Barcelona porque é um clube que me deu tudo, que me permitiu estar entre a elite, mas o facto de o presidente ter dito o que disse à imprensa, em vez de falar comigo. Quando queriam que o Leo [Messi] ficasse chamaram-me para o convencer, para que falasse com o Griezmann. Por que não me chamaram quando foi para me mandarem embora?", questionou.

Suárez também criticou o comportamento do treinador holandês Ronald Koeman. "Que me explicassem, o treinador que me dissesse que não contava comigo porque queria outro tipo de nove. Mas o que ele me disse foi 'disseram-me para te dizer'. Só que depois de me deixar três jogos no banco disse-me 'se isto não se resolver até amanhã conto contigo para o jogo com o Villarreal'. Ali dei-me conta da personalidade que Koeman não tem. Não era o treinador, a decisão vinha de cima", lamentou o jogador que em seis épocas fez 198 golos e 283 jogos pelo clube catalão.