Ronaldo e o que o Manchester United precisa para mudar: "Conheço o caminho..."

Ronaldo e o que o Manchester United precisa para mudar: "Conheço o caminho..."
Redação

Declarações de Cristiano Ronaldo, craque dos "red devils" e da Seleção Nacional em entrevista concedida à Sky Sports.

Mudança de mentalidade: "Não aceito que a nossa mentalidade seja pensar abaixo do terceiro lugar na Premier League. Para se construir coisas boas às vezes é preciso destruir. Por que não? Estamos num novo ano, uma nova vida, e espero que o Manchester United possa estar ao nível que os adeptos querem. Eles merecem isso. Somos capazes de fazer boas coisas. Conheço o caminho, mas não o vou explicar aqui porque não seria ético da minha parte fazê-lo. O que posso dizer é que podemos fazer melhor. O Manchester United está destinado a grandes feitos e temos de mudar isto. Não quero estar aqui para estarmos em sexto, em sétimo ou mesmo em quinto. Estou aqui para ganhar, para competir. Nós competimos, mas não estamos ao nosso melhor nível. Temos um longo caminho a percorrer e eu acredito que, se mudarmos a nossa mentalidade, podemos alcançar grandes feitos."

Ralf Rangnick precisa de tempo: "Desde que chegou, há cinco semanas, mudou muitas coisas. Mas precisa de tempo para passar as suas ideias aos jogadores. Acredito que ele vai fazer um bom trabalho, sabemos que não estamos a praticar o nosso melhor futebol, mas temos muitos jogos pela frente para melhorar."

Últimos meses: "Não tem sido fácil, para ser honesto. Mudámos do Ole para o [Michael] Carrick e depois para o [Ralf] Rangnick. É complicado quando se muda tanto. É sempre triste e difícil, o Ole jogou comigo e era o treinador. É uma pessoa fantástica e quando ele saiu ficámos tristes, mas o futebol é assim. Quando as coisas não correm da forma como o clube quer, as coisas mudam. Fiquei desiludido, mas temos de entender a posição do clube. Foi difícil, mas a vida continua."

Rangnick "a prazo" não ajuda: "Ele não esteve na liderança de um clube grande antes e pode estar a tentar encontrar-se num clube como o Manchester United, porque certamente é o maior onde já esteve. Ele ainda não conseguiu causar um grande efeito. A esperança era que conseguisse aguentar o barco, garantir o quarto lugar na Premier League e então depois trazer um novo treinador, mas as coisas não estão a sair bem neste momento. Ter um treinador interino afeta alguns jogadores, as suas atitudes e desempenhos, porque sabem que estão a receber indicações de alguém que vai embora no final da época. Ele até pode sair-se bem e dar a volta a isto, mas penso que tem um efeito psicológico em alguns jogadores. Não é a situação ideal quando se sabe que ele está a prazo, porque o treinador tem de se sentir seguro da sua posição para comandar com autoridade e respeito. Rangnick ficar por apenas quatro meses não é bom."

Esperança em fazer coisas boas ainda em 2021/22: "Acredito que ainda somos capazes de fazer coisas boas esta temporada. Sabemos que vai levar tempo a assimilar em campo as ideias do novo treinador, mas eu olho em frente. Temos de trabalhar arduamente e manter-nos juntos. Sabemos que não estamos no nosso melhor momento mas acredito que, com trabalho, ainda podemos alcançar grandes feitos esta época."