Crise no Pinhalnovense SAD: apenas dez jogadores no treino

Crise no Pinhalnovense SAD: apenas dez jogadores no treino
Hélio Nascimento

Tópicos

Confirma-se a debandada no plantel de Ricardo Estrelado, face à ausência de soluções para manter o futebol profissional

O treinador Ricardo Estrelado contou com apenas dez jogadores no treino do Pinhalnovense, face à debandada que grassa no plantel, agudizando-se assim a crise que pode levar, como já escrevemos, ao fim do futebol profissional. Para já, foi pedido ao União do Montemor o adiamento do próximo jogo (Série F do Campeonato de Portugal), marcado para domingo, ainda com a ténue esperança de um milagre, inclusive porque o presidente do clube, António Sousa, aponta segunda feira como data limite para ser tomada a decisão final. Recorde-se que a SAD desistiu do projeto e a procura de novos investidores continua sem surtir efeito.

Os jogadores desistiram de esperar por uma solução - não receberam um cêntimo desde o início da época - e têm já acordos com outros emblemas, esperando pela carta de desvinculação para poderem prosseguir as suas carreiras. É o caso do médio Sávio, um brasileiro que ruma ao futebol finlandês, e ainda de Guga, Lamba, Dino, Edgar, Leonildo, Tomás, Duarte e Caio. A maioria vai atuar na Liga 3 e O JOGO sabe que Cova da Piedade e Amora são dois desses destinos.