"Se fosse normal, jogava convosco". A mensagem que emocionou o Estrela da Amadora

"Se fosse normal, jogava convosco". A mensagem que emocionou o Estrela da Amadora

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Redação

Tópicos

"Um dia para recordar". O Estrela da Amadora teve, no sábado, uma palestra motivacional (bem) particular, dada por um "12º jogador muito especial", cuja "força e coragem carregaram a equipa" para o jogo com o Nacional, realizando-lhe um "sonho".

Antes do começo, Emanuel, adepto tricolor que padece de deficiência e movimenta-se em cadeira de rodas, foi ao balneário, rodeou-se dos jogadores que idolatra e apelou, por voz de Miguel Lopes, à emoção e à entrega, numa demonstração inabalável de amor ao clube. Com um inevitável... lamento, dada a infortuna condição.

"Das coisas que me faz mais feliz é ver o Estrela jogar. Por vezes muito bem, por vezes nem por isso. Mas todos temos maus e bons momentos. Só quero pedir a todos os jogadores e equipa técnica que deem tudo em que campo para que possamos ganhar sempre. Se eu fosse normal, como vocês, estaria a jogar ao vosso lado e a dar toda essa força que, por vezes, vocês deixam fugir. Mas adoro-vos na derrota e na vitória", escreveu Emanuel, provocando lágrimas e compaixão entre os ídolos.

O especial adepto do Estrela da Amadora, motivada - e de que maneira - a equipa estrelista, para mais um embate da Liga SABSEG, entrou junto desta no relvado e assistiu ao encontro, numa cadeira com boa vista e um sorriso rasgado no rosto.