Regressa ao V. Guimarães e garantem: "Volta muito mais forte"

Regressa ao V. Guimarães e garantem: "Volta muito mais forte"

Lateral-esquerdo volta ao Minho, depois de um ano e meio de empréstimo ao Eibar. Companheiro na equipa espanhola, Paulo Oliveira destaca a evolução do esquerdino.

Rafa Soares está de regresso ao V. Guimarães, depois de terminar o empréstimo de um ano e meio ao Eibar. O lateral-esquerdo esteve em bom plano na equipa espanhola, onde cumpriu 28 jogos, 25 dos quais na I Liga, e tinha atingido os requisitos necessários para que o clube espanhol exercesse a opção de compra, que o obrigava a realizar 22 jogos em toda as provas, num mínimo de 45 minutos por partida.

A descida da equipa à II Liga inviabilizou o negócio e o defesa, de 26 anos, está de volta ao Castelo. Pepa vê resolvido um problema, tendo em conta que a SAD não exerceu o direito de opção para manter Mensah (regressou ao Red Bull Salzburg) e Jonas Carls (assinou pelo Paderborn). Hélder Sá, como O JOGO escreveu na edição do passado dia 28, vai integrar os trabalhos do plantel principal na pré-temporada e até pode ficar em definitivo. Apesar de ter apenas 18 anos, esta época alinhou em dois jogos na Liga NOS.

Companheiro de equipa de Rafa Soares no Eibar, Paulo Oliveira, antigo jogador do Vitória, acredita que a passagem do esquerdino pelo futebol espanhol ajudou-o "a crescer". "Vai regressar muito mais forte. Esteve numa Liga onde todos os jogos são muito intensos, o que o ajudou bastante. Além disso, tem margem de crescimento", lembra, destacando a capacidade do compatriota para se adaptar "a um futebol e a treinadores muito diferentes", depois de um período inicial que demorou algumas semanas. "Mesmo nesse período, jogou regularmente", vinca.

Pelo que já conhecia, mas sobretudo pelo que viu em Espanha, Paulo Oliveira destaca o crescimento futebolístico do defesa "Ele evoluiu bastante. Com bola, raramente faz algo sem sentido. Tem um critério muito bom na decisão do passe e na marcação, além de cruzar bem, o que era muito importante no Eibar, porque dependíamos muito dos cruzamento Nunca cruzava à sorte, procurava um jogador na área e depois metia a bola onde queria. Era muito competente. Em ano e meio, fez 25 jogos numa Liga competitiva como a espanhola, o que diz bem das suas valências", valoriza o central, também ele de saída do Eibar e livre para escolher onde irá jogar na próxima época.

Já Rafa Soares tem o futuro garantido, mas enquanto não começa a pré-época, vai aproveitando as férias, em Ibiza. O lateral-esquerdo quer apresentar-se em Guimarães em boa forma e não descura o físico, estando a trabalhar todos os dias num ginásio.