Frederico Varandas contestado deixou o pavilhão escoltado pela PSP

Frederico Varandas contestado deixou o pavilhão escoltado pela PSP

Momentos de tensão no encontro de futsal entre Sporting e Leões de Porto Salvo.

O encontro entre Sporting e os Leões de Porto Salvo, da sétima jornada do campeonato de futsal, ficou marcado por momentos quentes no pavilhão João Rocha. Os adeptos leoninos contestaram Frederico Varandas, que foi assistir ao jogo, e foi mesmo necessário chamar o corpo de intervenção da PSP para escoltar o presidente leonino à saída do recinto.

Durante a segunda parte, a Juventude Leonina iniciou os cânticos de contestação ao líder verde e branco e acabou por sair de um dos topos do pavilhão, local onde costuma estar, rumo à bancada central, onde se juntou a outros sócios que pediam a demissão de Frederico Varandas em baixo da tribuna presidencial. A situação originou momentos de alguma tensão e obrigou à intervenção policial, que formou um cordão à saída do recinto para permitir a saída do dirigente máximo do Pavilhão João Rocha em segurança.

Recorde-se que na partida com o Alverca, que ditou o afastamento surpreendente da Taça de Portugal, o líder do clube já tinha sido alvo de insultos.