"João Pinheiro, o indiscutível 'padrinho' do FC Porto neste campeonato"

"João Pinheiro, o indiscutível 'padrinho' do FC Porto neste campeonato"

Presidente do Grupo Stromp volta a assinar um polémico artigo de opinião no Jornal Sporting.

Tito Arantes Fontes volta esta quinta-feira a assinar um polémico artigo de opinião no Jornal Sporting.

O presidente do Grupo Stromp a considera o golo anulado ao Benfica frente ao FC Porto "uma metáfora deste campeonato" e o árbitro João Pinheiro "o indiscutível padrinho" do emblema azul e branco.

"Vi e analisei o golo que foi sofrido - e invalidado por intervenção do VAR − pelo novel vencedor do Campeonato Nacional. Esse golo [anulado a Darwin] é uma metáfora deste campeonato! Um golo invalidado por uns "inacreditáveis" dois centímetros! Quem diria? Quem conseguiu mesmo ver - ainda para mais numa jogada em movimento - essa "microscópica distância"? Pois, o de sempre... João Pinheiro de seu nome! Desta feita era esse exímio examinador de lances conhecido pelo seu "ar arguto" e "olhar de lince", que estava no VAR! E que viu ele... pois, viu os tais dois centímetros que definem este Campeonato! Viu dois centímetros que ninguém consegue mesmo ver e garantir... desde logo porque a bola - no frame divulgado pela Cidade do Futebol/FPF - já tinha saído do pé do jogador que a lançou em profundidade", começou por escrever.

"Mas João Pinheiro, já se sabe, já todos sabemos, vê mesmo bem... tão bem que no jogo do FCP com o SCP, no Dragão, também viu o Coates pisar o Taremi e não o Taremi a pisar o Coates... vai daí amarelo no Coates e o Taremi - representada que tinha sido a sua farsa! - virginalmente absolvido! É - tenhamos todos consciência disso - somos testemunhas de uma fantástica e simultaneamente sinistra evolução... o "olho do lince" evoluiu para "o olho do Dragão"! E que bem João Pinheiro, o indiscutível "padrinho" do FCP neste Campeonato desempenhou e desempenha este seu abominável papel!", continuou, atirando-se, por fim e mais uma vez, a Pinto da Costa, presidente do FC Porto.

"O presidente desse clube bem pode querer beliscar o Sporting Clube de Portugal e o seu presidente..., mas tem um problema... é que não ofende, nem belisca quem quer! Isso só consentimos mesmo àqueles que respeitamos... e esse não é manifestamente o caso desse senhor! A verdade é que no Campeonato que importa na Vida - o Campeonato dos Princípios, dos Valores, da Honra e da Dignidade - somos mesmo Vencedores... e - quanto a esse senhor diz respeito - por goleada das antigas! E sem "frutas"!", concluiu.