Sporting e United podem repetir fórmula Nani no negócio de Bruno Fernandes

Sporting e United podem repetir fórmula Nani no negócio de Bruno Fernandes

Inclusão de um jogador viabilizada pela última ronda negocial por Bruno Fernandes. Falta saber quem...

Os acertos negociais entre Sporting e Manchester United para a transferência de Bruno Fernandes no atual mercado de transferências prosseguem, com o emblema inglês, segundo O JOGO apurou, a demonstrar abertura para comparticipar nos salários do jogador a ceder aos lisboetas, caso tal venha a ser concretizado.

Inicialmente os responsáveis pelos "red devils" não demonstraram vontade em fazer algo que anteriormente foi efetuado com Nani, quando este rumou a Alvalade com a condição do Sporting assumir apenas um milhão de euros dos cinco livres de impostos que o internacional português auferia.

Desta feita, estando em cima da mesa um a base negocial de 60 milhões de euros e mais 10 por objetivos e a possibilidade de ceder um atleta por empréstimo, o Manchester United e Sporting ainda estudam quem possa envergar o leão ao peito. Rojo ficou longe da equação por questões financeiras, Joel Pereira foi recusado, Andreas Pereira também tem sido considerado, mas Angel Gomes é aquele que se enquadra melhor nos pressupostos financeiros das partes.

Outro dos aspetos que está a ser debatido e o Sporting, estrategicamente, diga-se, tem procurado essa solução, passa pela manutenção de Bruno Fernandes nos planos para o dérbi de sexta-feira, frente ao Benfica, algo que o Manchester United não vê com a mesma abertura. Seja como for, só depois de acertados estes e outros pressupostos é que os red devils vão enviar a proposta escrita do que está a ser negociado pelas partes. Depois disso segue-se naturalmente o acerto das condições salariais de Bruno Fernandes e o contrato em termos de duração. Até ao momento, tal ainda não entrou ainda na agenda do agente Miguel Pinho e de Bruno Fernandes, ainda concentrado nos objetivos leoninos, ainda que esteja a par das negociações.