Renan pode tornar-se uma dor de cabeça para o Sporting

Renan pode tornar-se uma dor de cabeça para o Sporting
Bruno Fernandes

Tópicos

Guarda-redes brasileiro não treinou esta quinta-feira. Confirmada notícia de O JOGO

Alarme na Academia: o guardião Renan Ribeiro saiu com queixas num adutor do treino orientado ontem de manhã por Jorge Silas, situação que obrigou à realização de exames, horas depois, por parte do departamento médico do Sporting. O guarda-redes brasileiro não trabalhou esta quinta-feira, de acordo com a informação fornecida pelo clube, confirmando a notícia adiantada por O JOGO na edição desta quinta-feira.

"Renan Ribeiro padece de um problema num adutor (ndr: direito] e ainda será sujeito a exames complementares de diagnóstico", surge escrito no site oficial.

Sendo uma lesão de caráter agudo e numa parte interna da coxa, é impossível, à primeira vista, perceber que tipo de consequências traz: a contração do músculo acaba numa dor forte e pode assumir três graus, ainda que neste caso não deva, sabe o nosso jornal, ser elevado. Com mais duas semanas até à receção ao PSV Eindhoven, na 5.ª jornada do Grupo D da Liga Europa, resta ao corpo clínico do Sporting desvendar se o problema apresenta gravidade que implique tratamento conservador (descanso), dado que se trata de um músculo fulcral para os movimentos das pernas, ainda mais nos atletas de alta competição.

Renan é titular indiscutível da baliza do Sporting e esta época só falhou dois dos 18 jogos realizados: primeiro na derrota (1-2) caseira com o Rio Ave, na Taça da Liga, e depois na eliminação da Taça de Portugal, quando a formação de Silas caiu (0-2) aos pés do Alverca. Nos 16 embates em que participou até aqui, o brasileiro sofreu 21 golos, mas desde a entrada do novo técnico deixou a baliza a zeros em quatro ocasiões.

"Fernando realizou trabalho integrado mas ainda sob vigilância, enquanto Jérémy Mathieu fez tratamento e trabalhou à parte com o fisioterapeuta Rúben Ferreira e Idrissa Doumbia e Yannick Bolasie realizaram tratamento e ginásio", informou ainda o clube leonino.

Há ainda a acrescentar Battaglia e Jovane Cabral, que fizeram tratamento e trabalho específico no ginásio e relvado.

No que troca aos jovens chamados por Silas, Rodrigo Piloto foi estreia absoluta.