Nuno Sousa anuncia Inácio e ataca Varandas: "Vamos ver se não é mais somando os Vinagres da vida"

Nuno Sousa anuncia Inácio e ataca Varandas: "Vamos ver se não é mais somando os Vinagres da vida"
Redação

Tópicos

Declarações de Nuno Sousa no único frente a frente antes das eleições do Sporting, marcadas para 5 de março

Sobre a candidatura: "As pessoas que querem ser reconhecidas pelas suas ideias. Muita gente está neste programa eleitoral que, achamos, ser o mais vasto alguma vez apresentado. Temos pessoas heterogéneas, do sócio que vai para a roulote para o que vai para a tribuna, do que vai para o pavilhão. Esperamos que nos escolham".

Pecado: "Varandas tem um pecado orghinal, da péssima relação com sócios, especialmente os anónimos. O mote de unir os sócios falhou completamente. Completa falta de transparência, falta de liderança. Sem sócios não há clube, temos de ter essa relação. Fact check: muitas propostas de Varandas não foram cumpridas"

Ataque a Ricardo Oliveira: "Ricardo Oliveira confunde SAD e clube, é o clube que tem de comprar as VMOCS. O que podemos ver é que existe divida de cerca de 90 milhões a fornecedores, depois vamos ver se não é mais somando os Vinagres da vida. Se calhar vamos acabar nos 200 milhões. Lembrar a teoria do caos com 40 milhões de dívida em 2018, agora parece que Varandas não vê caos nenhum com este défice de tesouraria. A situação não parece ter melhorado.
O que podemos fazer para crescer nas receitas. Varandas volta a ter no seu programa uma proposta que foi prometendo que era uma app, que chegou a dizer que era cara para aplicar. O aumento da receita só pode vir através daí. As receitas do online aumentaram, sim, mas foi através da canabilização da Loja Verde. Estamos muito longe do que se faz cá e lá fora. Falta visão, do atual presidente e direção, que diz uma coisa num dia, outra depois. Falta clareza.
Erro grave o enorme preço das Gamebox, leva a uma elitização do Sporting, mas nãio estranho porque é a sua linha. Aumentou o preço e baixou a quantidade de gente no estádio".

Augusto Inácio como assessor: "Estrutura desportiva: diretor-geral, que deveria sentar-se ao lado de outros administradores libertando o presidente para ser um coordenador de equipa. Terei um assessor, que comunico em primeira mão, ser o Augisto Inácio. Lembro que foi campeão em 2000 e nem sempre foi bem tratado pelo Sporting,. Alguém que foi jogador, treinador, dirigente... A sua mãe faleceu há pouco e ninguém lhe deu as condolências da parte do Sporting, merecia outra deferência"

Sobre Varandas: "Voltando atrás. Varandas disse que me conheceu em 2018, mas afinal viu-me na Comunicação Social. Eu também vi que aprovava um modelo de debate de um contra um, mas deve ter mudado de opinião. Também o conheci em 2018, disse no programa eleitoral que ia colocar a declaração de rendimentos pública, não o fez. Eu tenho aqui a minha eu, posso dar-lhe para publicar, tirando dados pessoais. Toda a minha equipa fará o mesmo, porque não tem nada a esconder".