Sporting anuncia que CD puniu Amorim com seis dias de suspensão

Sporting anuncia que CD puniu Amorim com seis dias de suspensão

Sporting emitiu um comunicado na manhã desta terça-feira.

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol puniu Rúben Amorim com seis dias de suspensão, informou esta terça-feira o Sporting, em comunicado. O treinador não estará, por isso, no banco de suplentes na partida com o Rio Ave, da ronda 31 da Liga e agendada para quarta-feira.

"Passados seis meses sobre a data em que foram proferidas, o Conselho de Disciplina (CD) deliberou suspender Rúben Amorim por este ter expressado, no dia 17/10/2020, declarações em que, comentando a sua expulsão, se referiu à dualidade de critérios usada, por não ter sido igualmente expulso alguém que integrava o banco adversário - do FC Porto - e que havia assumido comportamento semelhante ao que o CD agora lhe imputa", pode ler-se.

"A divulgação desta deliberação coincide, certamente por casualidade, com o dia em que Rúben Amorim prestou declarações sobre o processo que ameaça suspendê-lo por um período de um a seis anos. A deliberação ora conhecida pune injustamente o nosso treinador por um período de seis dias, nas vésperas do jogo contra o Rio Ave", refere o Sporting.

O clube leonino aponta que esta é "uma deliberação injusta, desproporcional e que expõe a Justiça desportiva ao julgamento óbvio". "As declarações do nosso treinador, no contexto em foram proferidas, não têm qualquer relevância quando comparadas com outras atitudes de outros agentes desportivos. De resto, é importante realçar que a instrutora do processo propôs o arquivamento dos autos, com uma leitura adequada das declarações, do contexto em que foram proferidas e dos regulamentos, proposta ignorada pelo CD, que teimosamente pretende ver naquelas declarações uma ofensa à equipa de arbitragem", menciona.

As declarações em causa foram proferidas após o clássico entre Sporting e FC Porto, que terminou empatado a dois golos e no qual Amorim foi expulso. "Passa pela dualidade de critérios. Faço mea culpa, porque não deveria ter dito o que disse. Ouço o mesmo todas as semanas e momentos antes ouviu-se pior de outro sítio. Não posso falar sempre dos árbitros e aceito qualquer que seja o castigo. O que me revoltou foi a dualidade de critérios. Sempre a aprender e a crescer", disse na altura Amorim.