"Se forem sócios do FC Porto serão alvo de processo disciplinar para serem expulsos"

"Se forem sócios do FC Porto serão alvo de processo disciplinar para serem expulsos"

Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, abordou esta noite, no Porto Canal, o apedrejamento do carro onde seguia a esposa e dois filhos de Sérgio Conceição após a derrota, por 4-0, com o Brugge

"Muito lamentável e grave. Ato selvagem e cobarde, agredir com pedras a viatura onde vai a esposa e filhos do treinador, é absolutamente inconcebível", afirmou Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, ao abordar no Porto Canal o apedrejamento do carro onde seguia a esposa e dois filhos de Sérgio Conceição, após a derrota, por 4-0, com o Brugge.

"A esposa [Liliana] de imediato apresentou queixa, as autoridades na altura não deram a devida atenção, mas a queixa foi apresentada", referiu, antes de dar conta de pormenores que tiveram lugar antes do apedrejamento.

"Ao longo do dia de hoje foi possível perceber algumas coisas: o que podemos dizer é que estamos a prestar todo o apoio ao Sérgio Conceição e já se apurou que pouco tempo antes destas pedras terem sido arremessadas contra o carro, Rodrigo Conceição recebeu uma mensagem ofensiva e insultuosa de alguém que estaria no estádio. Na mensagem percebe-se quem é e já foi entregue às autoridades, nós não sabemos se é essa pessoa que comete a agressão. Mas há imagens que já foram cedidas às autoridade e que se vê a pessoa que faz isso e mais tarde ou mais cedo vai ser possível a polícia identificar o autor ou autores", disse ainda Francisco J. Marques.

"O FC Porto está a fazer a sua averiguação e esta pessoa caso seja a pessoa, ou sejam outras, se forem sócios serão alvo de processo disciplinar para serem expulsas de sócias de acordo com o regulamento do clube. Estes atos não são aceitáveis na família portista", concluiu.