Rio dá os parabéns a Pinto da Costa e garante: "Nunca seremos oposição ao FC Porto"

Rio dá os parabéns a Pinto da Costa e garante: "Nunca seremos oposição ao FC Porto"

Candidato da Lista C, que ficou em segundo lugar nas eleições do fim de semana, revelou que já telefonou a Pinto da Costa.

José Fernando Rio, um dos candidatos vencidos nas eleições do FC Porto, que decorreram no fim de semana, deixou esta segunda-feira uma mensagem nas redes sociais, em que congratula Pinto da Costa, reeleito para o 15.º mandato na presidência do clube e traça várias considerações sobre o futuro azul e branco.

"Quero começar esta declaração, por dar os parabéns ao presidente reeleito, Jorge Nuno Pinto da Costa, a quem já tive oportunidade de telefonar e felicitar pela vitória. Os sócios decidiram, está decidido! O FC Porto está numa situação delicada e espero, sinceramente, que o presidente reeleito use este mandato dos sócios para construir um FC Porto mais sólido, mais competitivo e melhor preparado para enfrentar um futuro que não se prevê fácil. Iremos estar atentos ao cumprimento das promessas que fez aos sócios, mas nunca seremos oposição ao FC Porto", assinala Rio, que obteve 26,44 por cento dos votos dos sócios portistas.

No Facebook, José Fernando Rio distribui agradecimentos por Matos Fernandes, presidente da Mesa da Assembleia Geral (MAG) do FC Porto e aos nomes que o acompanharam na candidatura da Lista C, destacando o caráter "histórico" do ato eleitoral. Para finalizar, um aviso:

"Deixo para o fim uma palavra de esperança aos sócios do FC Porto. Agradeço, do fundo do coração, a todos aqueles que depositaram a sua confiança na nossa lista, mas o nosso compromisso com os sócios não terminou ontem, porque o combate em prol do FC Porto nunca termina. Com a responsabilidade que advém de tantos sócios terem confiado em nós, iremos estar mais atentos do que nunca e, sempre que se justifique, interviremos na defesa dos superiores interesses do nosso clube. Estivemos neste combate pelo FC Porto, mas queremos um FC Porto unido", remata José Fernando Rio.

Leia a publicação de José Fernando Rio na íntegra: