SAD do FC Porto anuncia prejuízo recorde e aponta à pandemia

SAD do FC Porto anuncia prejuízo recorde e aponta à pandemia

Comunicado à CMVM revela que o FC Porto apresentou prejuízo, uma vez mais

O FC Porto comunicou esta quarta-feira à CMVM o Relatório e Contas de 2019/20, dando conta de um saldo negativo, fruto de um prejuízo de 116,160 milhões de euros.

Trata-se de um valor recorde na SAD do clube azul e branco e é explicado no comunicado com "as anómalas circunstâncias em que se desenvolveu a temporada 2019/2020", que provocaram "um resultado líquido fortemente negativo, mas que está de acordo com o orçamento aprovado em Assembleia Geral, ajustado dos impactos financeiros provocados pela pandemia Covid-19", pode ler-se.

A SAD do FC Porto perspetivou a recuperação do investimento feito no defeso 2019/20 até ao final de junho, mas a pandemia adiou o fecho dos campeonatos e, consequentemente, as vendas a efetuar. Entretanto, os dragões faturaram quase 100 milhões de euros em transferências, mas esse valor só poderá ser contabilizado em 2020/21, época em que está prevista a saída do fair-play financeiro da UEFA.

A sociedade desportiva revela ainda outros pontos que, no seu entender, explicam, o prejuízo. Ou seja, a não participação na edição 2019/2020 da Champions League. "Na sequência da eliminação na pré-eliminatória de acesso à UEFA Champions League, em agosto de 2019, foi assumido o risco de não desbaratar uma equipa que tinha sido preparada para disputar todas as competições, apostando no sucesso desportivo - o que resultou nas conquistas do campeonato e da Taça de Portugal - e prevendo efetuar antes do final do exercício, como é habitual, um montante em transferências que compensasse este impacto negativo", pode ler-se no comunicado conhecido esta quarta-feira.

A pandemia de covid-19 é apresentada como a principal razão que explica, ainda assim, o pior resultado de sempre.

Todo o comunicado aqui