Otávio, Uribe e Taremi estão no pico da valorização no mercado

Otávio, Uribe e Taremi estão no pico da valorização no mercado

Otávio, Uribe e Taremi atingiram os valores de mercado mais altos, numa época que se afigura como a melhor das respetivas carreiras. O trio é pouco menos do que imprescindível no FC Porto e os números ajudam a explicar isso. Há também nomes como Diogo Costa, Fábio Vieira e Vitinha, mas ainda estão em fase de afirmação e ascendência.

Aproxima-se o fim da época e já é possível projetar o grande impacto dela em alguns jogadores do FC Porto. Uribe, Otávio e Taremi estão no pico da valorização no mercado e atravessam uma temporada que se afigura como a mais conseguida a nível individual.

Também poderíamos falar de Diogo Costa, João Mário, Vitinha e Fábio Vieira, mas ainda estão todos abaixo dos 25 anos e em fase de afirmação, pelo que só se espera que o valor de mercado e o rendimento continuem a subir.

Foi o que sucedeu com Otávio, 26 anos, que aumentou gradualmente a preponderância no Dragão desde 2016. Estreou-se na Seleção Nacional e viu o valor de mercado atingir os 25 milhões de euros, segundo o portal especializado "Transfermarkt", à custa de uma época que ameaça os máximos pessoais: baterá recordes com dois golos (leva cinco) e três assistências (vai em 12), mas nunca teve tantas participações diretas como em 2021/22.

Outro imprescindível é Uribe, que esteve em todas as duplas que Sérgio Conceição testou no meio-campo e arrebata elogios de semana em semana. Está avaliado em 16 M€ e a um golo de igualar o máximo (cinco) registado pelo FC Porto.

Por fim, Taremi, 29 anos e avaliado em 17 M€, mostrou ser um avançado capaz de atuar como um autêntico número 10 e já vai em 15 assistências além dos 18 golos apontados. Mais três passes ou disparos certeiros chegam para ser a época mais produtiva do iraniano.