"O FC Porto tem um jogador excelente que, um dia, vai dar grande retorno"

"O FC Porto tem um jogador excelente que, um dia, vai dar grande retorno"
Bruno Filipe Monteiro

Tópicos

Luis Díaz faz mira ao registo goleador de Edmilson na primeira época no FC Porto e recebe elogios do antigo dragão.

1 - Encontra alguma semelhança entre si e Luis Díaz, que tem 12 golos e poderá ultrapassar o seu registo (14)?

-Sim, encontro algumas. Se calhar ao nível da técnica, da habilidade e da veia goleadora igual à minha. Na altura (1995/96) o Bobby Robson apostou muito em mim, as coisas correram bem e felizmente consegui 14 golos. Já no ano anterior, quando representava o Salgueiros, tinha sido o terceiro melhor marcador do campeonato, com 15 golos. Ele [Luis Díaz] já tem 12 golos? Então é capaz de ultrapassar os meus números. Vou torcer para que isso não aconteça. Que o FC Porto ganhe, mas que ele não passe. [risos] Estou a brincar, claro. Ainda faltam bastantes jogos e estou convencido de que vai fazer os golos necessários para me ultrapassar.

2 - O que mais lhe salta à vista em Luis Díaz?

-Tenho visto alguns jogos do FC Porto e, dos que vi, gostei bastante dele. É um jogador jovem, com uma técnica acima da média e com uma margem grande para evoluir, que aparece muito bem para finalizar quando tem a oportunidade. Tem aquele instinto típico dos goleadores e isso obriga a que os defesas se preocupem muito com ele. Nota-se que se adaptou rapidamente ao futebol europeu e acredito que, com a ajuda do Sérgio Conceição, continuará a crescer.

3 - Depois de duas épocas com muitos golos no FC Porto, o Edmilson saiu para o campeonato francês. Vê em Luis Díaz potencial para singrar numa liga com outra visibilidade?

-O nível do Luís Díaz é impressionante. Aliás, foi por ser um jogador excelente que o FC Porto comprou pelos valores que comprou. Por isso, acredito que um dia o clube pense em rentabilizar esse investimento e que venha a ter um grande retorno. No entanto, acredito que vá ficar mais um ou dois anos para cimentar melhor o seu lugar no futebol europeu e que depois acabará por dar o salto para um campeonato mais competitivo que o português, porque tem condições para outros voos. O FC Porto já é um grande clube. Mas estou a falar em voos maiores dentro da Europa.