Iker Casillas admite: "Não sei o que será o futuro mas o importante é estar aqui"

Iker Casillas admite: "Não sei o que será o futuro mas o importante é estar aqui"

O guarda-redes, que sofreu um enfarte, recebeu autorização médica para regressar a casa

Iker Casillas recebeu alta hospitalar nesta segunda-feira. O guarda-redes do FC Porto, que na quarta-feira foi internado de urgência depois de ter sofrido um enfarte do miocárdio, vai agora repousar em casa e iniciar a próxima fase de recuperação, que terá a ajuda de uma medicação baseada em antiagregantes plaquetários.

O espanhol de 37 saiu do Hospital da CUF, no Porto, acompanhado pela companheira, Sara Carbonero mas, antes, prestou declarações aos jornalistas, claramente emocionado.

"Tive um acontecimento que pode acontecer a qualquer um e tocou-me a mim. É difícil falar, mas tenho que estar agradecido a todos os que se preocuparam e me fizeram sentir muito querido. Tive muita sorte. O importante é sair com um sorriso, emociono-me com todos os que vieram aqui. Obrigado ao doutor Nelson e a todos os que agiram rápido para atenuar o efeito do enfarte, pelas mil mostras de carinho nas redes sociais", afirmou o espanhol, que admitiu não saber o que acontecerá agora.

"Estou muito melhor, tenho de recuperar num par de semanas ou meses, dá-me igual, o importante é estar aqui. Pude contar e vocês podem vê-lo. Muito obrigado a todos e ao meu clube pelo gesto no estádio, no sábado e a quem enviou mensagens e não pude responder. Não sei o que será o futuro, mas o mais importante é estar aqui e poder falar tranquilamente", concluiu.

Recorde-se que Iker sentiu-se mal no treino do FC Porto e a ajuda imediata da equipa médica dos portistas, chefiada por Nelson Puga, foi determinante para que a situação se resolvesse pelo melhor. Assim que deu entrada no Hospital da CUF, que já estava preparado para a situação, Casillas foi submetido a um cateterismo e no próprio dia mostrou-se sorridente e tranquilo.