Francisco J. Marques e a arbitragem no Benfica-Aves: "Perderam a vergonha"

Francisco J. Marques e a arbitragem no Benfica-Aves: "Perderam a vergonha"

Diretor de comunicação e informação do FC Porto critica a arbitragem e o lance da grande penalidade sobre Vinícius.

Francisco J. Marques, diretor de comunicação e informação do FC Porto, utilizou o Twitter para criticar a arbitragem de Carlos Xistra no encontro entre Benfica e Aves. O responsável dos dragões aponta o dedo ao lance da grande penalidade que permitiu ao Benfica empatar o encontro, iniciando a reviravolta no marcador (2-1). A transmissão da BTV também é visada.

"O que aconteceu hoje (sexta-feira) na Luz foi perder a vergonha de vez, foi perder a decência. Não há outra maneira de o dizer. O penálti que permite ao Benfica empatar é falso como Judas, como o demonstra a ausência de repetições da transmissão da BTV", aponta.

Na opinião de Francisco J. Marques, há ainda uma falta no início da jogada que terminou com a grande penalidade convertida por Pizzi. "Mas pior do que a suposta falta sobre Vinicius é não ter sido assinalada falta a favor do Aves, no início da jogada. Bastou uma rudimentar ampliação para perceber que a falta é clara, como podem ver no vídeo. Esta falta não constará dos resumos, a cartilha assim o impõe", defende, criticando depois a transmissão do canal do Benfica.

"O que mostrou a pouca vergonha deste campeonato foi a transmissão da BTV, que continua a omitir todas as repetições que são comprometedoras para o Benfica. Toda a gente sabe isto, sabe a Liga, sabe a federação, sabe o Governo, que cede o direito de organizar a competição", vinca Francisco J Marques.

"Mas ninguém tem a coragem de dizer que o rei vai nu e que este género de comportamentos são inaceitáveis e impedem que o campeonato português seja levado a sério para lá das nossas fronteiras. Impressionante também o silêncio de quase todos os media, incapazes de contestar", aponta.

"Podem continuar a fingir, podem continuar a dizer que o problema são os excessos de linguagem, mas a verdade é que tudo o que tem acontecido é um fartar vilanagem. Perderam a vergonha. Reparem o que diz quem tem o distanciamento de ser de outro país", finalizou Francisco J. Marques.

Saiba o que considera o Tribunal O JOGO sobre a grande penalidade: