Fábio Silva, um avançado de 17 anos que vai colecionando recordes

Fábio Silva, um avançado de 17 anos que vai colecionando recordes
Bruno Filipe Monteiro

Tópicos

Avançado já era o mais jovem titular e o mais novo a jogar na UEFA. Golo fez dele o mais novo a marcar.

O "Guinness Book" do FC Porto voltou a receber o nome de Fábio Silva, que tem pulverizado todos os recordes de juventude do clube. Depois de ter sido o mais jovem titular de sempre dos dragões (Santa Clara) e no mais jovem a participar num jogo das competições europeias (Young Boys), o avançado tornou-se, no embate com o Coimbrões (Taça de Portugal), no jogador mais novo da história dos portistas a fazer um golo num encontro oficial.

O momento mágico surgiu no dia em que fez 17 anos e três meses de vida, numa jogada "made in Olival", uma vez que foi desenhada por Diogo Leite, contou com a participação de Romário Baró e foi concluída pelo internacional sub-19 português. Para trás ficou o registo de Rúben Neves, que festejou pela primeira vez ao serviço da equipa principal dos azuis e brancos precisamente no dia da estreia, com o Marítimo (I Liga), com 17 anos, cinco meses e dois dias.

Os três registos seguintes desta tabela dos mais jovens a faturar pelo FC Porto, pertencentes a Serafim, Acácio Mesquita e Fernando Gomes, remontam todos ao século passado, quando os clubes apostavam muito mais na formação na construção dos planteis. Até por isso o feito de Fábio Silva merece destaque.