António Salvador tem um objetivo: "Que este centésimo ano seja histórico"

António Salvador tem um objetivo: "Que este centésimo ano seja histórico"

Presidente do Braga falou nas comemorações do 99.º aniversário do clube.

António Salvador espera que 2020 fique na história do clube minhoto. O presidente do Braga deixou uma mensagem aos adeptos na manhã deste domingo, no hastear da bandeira pelas comemorações do 99.º aniversário do clube.

"Somos enormes. E quanto maiores somos, mais responsabilidades temos. A melhor forma de honrarmos todos aqueles que, ao longo destes 99 anos, fizeram o clube que somos hoje, é trabalharmos para que este centésimo ano seja histórico. É esse o meu compromisso, é essa a nossa obrigação. Hoje é dia de festa, de celebrar as memórias do clube, cientes que amanhã temos novas histórias para escrever e novas alegrias", afirmou.

Recorde-se que o dirigente já evidenciou anteriormente o sonho de conquistar o título de campeão nacional.

"Fazer três saudações. Aos sócios, que ao longo de 99 anos se dedicaram de forma apaixonada ao Braga. Aos fundadores, que dedicaram uma vida a este clube, sabendo honrar este símbolo. E, por último, a todos os colaboradores, funcionários, atletas e treinadores que representaram esta instituição com paixão. Sem eles não era possível estarmos a entrar no centésimo ano", disse António Salvador.

"Esta é uma data muito importante na nossa história. Cada aniversário é único, mas considero este momento como especial e simbólico. Entramos no último ano do primeiro século de vida do Braga. Nesta hora, é importante olhar para toda a história do nosso clube e para todas as pessoas que o ajudaram a construir. Passámos por momentos difíceis, por grandes crises, por épocas em que toda a luta poderia ter sido em vão, mas felizmente isso não aconteceu. Se hoje somos um clube de referência em Portugal e na Europa, se hoje podemos dizer com orgulho em qualquer parte do Mundo que somos Braga, se hoje vivemos um dos períodos mais ricos da história, isso deve-se àqueles que trabalharam em prol do nosso símbolo. Sem exceção, deixo aqui o meu muito obrigado. Obrigado aos dirigentes que pensaram, sonharam e concretizaram este clube, que se dedicaram a ele, que o abraçaram, como uma causa e bem comum. Obrigado aos sócios e adeptos, porque foi por eles que este clube existiu, criando condições para que hoje possa ter esta força desportiva, social e cívica", agradeceu.