Darwin é o jogador a atuar fora das "big five" que pode render mais dinheiro

Darwin é o jogador a atuar fora das "big five" que pode render mais dinheiro
Redação com Lusa

Tópicos

Compra do uruguaio, segundo o CIES, está estimada em 70,1 M€.

O avançado internacional uruguaio Darwin Nuñez, do Benfica, é o futebolista a jogar fora dos cinco principais campeonatos da Europa que pode ter o valor mais alto de marcado, de acordo com o Observatório do futebol (CIES).

No seu mais recente relatório, o CIES estima a venda de Darwin em 70,1 milhões de euros, com o avançado benfiquista a integrar um restrito grupo de quatro jogadores que não alinham nos campeonatos de Inglaterra, Espanha, Alemanha, Itália ou França.

Darwin, que se sagrou o melhor marcador na Liga portuguesa, com 26 golos, numa época em que marcou um total de 34, tem sido, segundo a Imprensa, cobiçado por vários clubes europeus, mantendo-se a dúvida se o avançado permanecerá na Luz.

A par de Darwin, a lista dos 100 jogadores que podem render mais dinheiro apenas contempla outros três foras desses cinco campeonatos: o sportinguista Matheus Nunes (50,4 ME), Julian Álvarez (51,5), do River Plate, mas que já assinou pelo Manchester City, e Antony Santos (51,2), do Ajax.

Na lista são alguns os jogadores portugueses que estão no top-100, com o primeiro a ser o central Rúben Dias (Manchester City), ainda entre os 10 potencialmente mais valiosos do mundo, de acordo com o Observatório do Futebol.

Rúben Dias, que é o central mais bem cotado, com um valor de 109,6 milhões de euros é o único português no top-10, numa lista liderada pelo internacional francês Kylian Mbappé (205,6 ME), que optou por permanecer no Paris Saint-Germain, recusando o Real Madrid.

Atrás do avançado francês surgem o brasileiro Vinicius Júnior (185,3 ME) e o norueguês Erling Haaland (152,6 ME), futuro reforço do Manchester City. Ainda em relação aos portugueses, atrás de Rúben Dias surgem Bruno Fernandes (17.º, 97,8 ME), João Félix (20.º, 90,8 ME), Diogo Jota (27.º, 85,3 ME), João Cancelo (32.º, 78 ME), Bernardo Silva (34.º, 77,3 ME), Rafael Leão (54.º, 66,9 ME) e Matheus Nunes (99.º, 50,4 ME).

Ainda no relatório do CIES, que considera Kevin De ​​​​​​​Bruyne o mais valioso entre os mais velhos, com o belga a surgir na 76.ª posição, com um valor de 57 ME, nota para Mo Salah, que aparece apenas na 80.ª posição (55 ME).