Premium "Não entendo como é que o Presidente diz que falta qualidade ao plantel"

"Não entendo como é que o Presidente diz que falta qualidade ao plantel"

RUGIDO DE LEÃO - É preciso que alguém explique a Keizer que jogar em Tondela não é como em Braga, nem defrontar o Willem II ou Den Bosch.

Há várias décadas que o Sporting soma erros, que se refletem inevitavelmente no desempenho desportivo. São três títulos de campeão em 37 anos, manifestamente pouco para um clube com esta dimensão, potencial e vitalidade. O que tem faltado? Muitos fatores, mas tem faltado competência, uma gestão profissional capaz de criar uma estrutura sólida, estabilidade e uma política desportiva clara e coerente. Durante muito tempo, o clube esteve capturado por uma elite incapaz de perceber a cultura sportinguista e desprovida de qualquer tipo de competência para gerir um clube desportivo. Há muito que falta em Alvalade um plano e uma estratégia clara para o futebol profissional.

Olhemos para esta época. Entre os mercados de verão e inverno, o Sporting já gastou cerca de 35 M€ na aquisição de 14 jogadores. Em Viviano, Bruno Gaspar, Gudelj, Diaby e Borja investiu quase 17 M€, praticamente o mesmo que o FC Porto em todas as suas contratações que somam cerca de 20 M€. Como é possível gastar quase o dobro do campeão numa época em que não acedemos à Champions e perdemos um conjunto de ativos relevantes depois de Alcochete? Estando o clube debilitado em termos financeiros, como é possível gastar tanto dinheiro em jogadores com tão parco rendimento desportivo e cuja margem de valorização parece tão limitada?