Premium Foi uma vitória à Sporting, que quis vencer mais que o seu rival

Foi uma vitória à Sporting, que quis vencer mais que o seu rival
Samuel Almeida

Tópicos

RUGIDOS DE LEÃO - Samuel Almeida, cronista de O JOGO, escreve sobre o momento do Sporting e o dos rivais.

Na semana passada apelei ao orgulho leonino, à raça e mística de Alvalade para atingirmos uma final, a qual, mais do que um segundo título, pode representar a redenção do futebol sportinguista e um passo de gigante para nos reencontrarmos com a nossa história. Pois bem, a equipa respondeu à altura e mostrou que no desporto de alta competição tão ou mais importante que o talento, a crença e a superação fazem a diferença.

Foi uma vitória à Sporting, numa equipa que quis vencer mais que o seu rival. Fica, também, a lição interna. Esta tem de ser sempre a atitude da equipa perante todos os adversários, pois o que pode ocasionalmente faltar em talento, nunca pode faltar em entrega, raça e vontade de vencer. Fora sempre assim ao longo da época e agora estávamos na luta pelo título. E é bom recordar que esta vitória pouco significará se não levantarmos a Taça no Jamor. Esse terá de ser o desígnio de todos. Mas ficaram várias lições deste jogo.