Premium A quem interessa a venda da SAD do Sporting?

A quem interessa a venda da SAD do Sporting?

RUGIDOS DO LEÃO - O Sporting não precisa de um dono, precisa, sim, de uma liderança forte e de um novo modelo associativo.

Nas últimas semanas tem crescido na surdina a discussão sobre uma potencial venda da maioria do capital da SAD a investidores estrangeiros. O argumento é simples: perante as dificuldades que a sociedade atravessa e com a perda de competitividade do futebol profissional, a solução evidente seria uma injeção significativa de capital no clube, com a promessa de novas unhas e treinador de classe mundial. Outros falam na ingovernabilidade do clube e necessidade de termos um dono.

Vou ser claro sobre esta matéria: enquanto sócio e acionista do clube e da SAD, oponho-me determinantemente a esta solução, a qual pode, inclusive, pôr em risco a sobrevivência do clube tal como o conhecemos. Vou explicar os fundamentos da minha posição, que creio ser a posição de larga maioria dos sócios do clube.