Premium Os apagões azuis e brancos

DRAGÃO DO SUL - Precisamos de jogar sempre como fizemos contra o Benfica.

Há momentos no jogo do Futebol Clube do Porto que colocam os adeptos à beira de um ataque de nervos. Aceito, e mais do que isso compreendo, quando Sérgio Conceição diz que não é possível "massacrar" durante 90 minutos os adversários ou que não é possível estar sempre a jogar com a mesma intensidade, mas também sabemos que o treinador sabe que "com o tempo, temos de melhorar alguns momentos do jogo que são fundamentais".