Otávio faz sonhar com um novo Deco

O Futebol Clube do Porto não fez uma exibição de encher o olho no Estádio dos Arcos, mas a forma determinada como reagiu ao golo do Rio Ave, que até lhe podia ter permitido ir para o intervalo a vencer, é a melhor notícia que um adepto podia ter. Que bom que é começar assim o campeonato. Não só pela vitória, mas acima de tudo pela atitude de uma equipa que, estando ainda em construção, já tem inscrito no seu ADN a perseverança com que se fazem os campeões.

Há ainda muita coisa para fazer no eixo da defesa, onde até as contratações falhadas parecem fantasmas a atrapalhar quem lá está. Mas do meio-campo para a frente, com destaque para o trio atacante, temos muito boas soluções. Até Corona, que vinha sendo habitual no onze titular sem realizar grandes exibições, nos Arcos foi um dos melhores. André Silva confirma-se como o ponta de lança de que o FC Porto andava necessitado e Otávio tem tudo para ser o melhor jogador do campeonato português.

Os jogadores já lá estão, são de qualidade a maioria deles, e o que tem feito a diferença é mesmo o treinador. Olhando para trás, com Lopetegui e Peseiro, percebe-se que esta atitude, de uma equipa que dá tudo porque está inconformada com o resultado, não foi possível e agora é. Não estou nos treinos, não tenho notícias sobre a forma como é gerido o balneário, mas dá para perceber que os tempos são outros e estamos agora mais próximos da garra portista. A grande alteração foi a chegada de Nuno Espírito Santo e é obrigatório, por isso, atribuir-lhe o mérito pela grande mudança de atitude que se começa a desenhar.

Vêm aí dois jogos bem mais complicados com o Roma. Começamos bem e assim temos de continuar, mas é preciso um pouco mais de maturidade. Temos de jogar os 180 minutos do play-off como jogámos quando nos vimos a perder com o Rio Ave e temos de estar bastante mais concentrados nas jogadas de bola parada.

O jogo de sexta-feira encheu-me a alma, pela garra daqueles jogadores, que mereceram bem o apoio dos muitos milhares de adeptos que se deslocaram ao estádio dos Arcos. Correu bem, muito bem e já cheira ao glorioso Futebol Clube do Porto dos bons velhos tempos.

Otávio faz sonhar com um novo Deco

Otávio é cada vez mais importante no jogo do FC Porto. Trata muito bem a bola, sabe sempre o que fazer com ela, vive de cabeça levantada e é, por isso, o jogador azul e branco que mais cria perigo junto da baliza adversária. Convém que os árbitros comecem a estar atentos, os adversários vão passar o campeonato a dar-lhe "porrada".