Exclusivo Os descontos são uma medida pouco eficaz para combater o desperdício de tempo

Os descontos são uma medida pouco eficaz para combater o desperdício de tempo

PASSE DE LETRA - Opinião de Miguel Pedro

Os recentes jogos de Braga e Benfica, para a Liga Portuguesa, e FC Porto, para a Champions, com golos marcados para além do tempo de desconto indicado pelos árbitros, levantaram, mais uma vez, a questão do tempo útil de jogo.

Revisitando as estatísticas sobre o assunto, concluímos que este é, certamente, um problema do futebol moderno. No site da LPFP, há mesmo um banner dedicado, com a designação #Não Pára-Tempo Útil, que tem informação sobre o assunto.