Exclusivo O clube venceu a sociedade comercial

O clube venceu a sociedade comercial
Miguel Pedro

Tópicos

PASSE DE LETRA - Uma opinião de Miguel Pedro.

Se quisermos saber de que matéria o futebol é feito, poderemos rever os jogos entre Real Madrid e Manchester City, das meias-finais da Champions: emoção, qualidade técnica, tática, sonho, pesadelo, heróis, superação e magia...tudo isso esteve lá. Li e reli, na minha mente, o artigo imaginário que Javier Marías, escritor madrileno e fervoroso adepto madridista e responsável por eu gostar do Real Madrid, poderia ter escrito após o jogo da passada 4ª feira.

Poderia substituir no seu texto que não existe Benzema, Rodrygo, Asensio, Courtois e outros, por Di Stefano, Puskas, Gento, Del Sol e outros, e teria a revisitação da sua infância, quando, para o escritor-criança, os jogadores eram verdadeiras personagens mitológicas, como que saídos dos contos homéricos. Pessoalmente, exultei com o resultado final, não só porque gosto do Real (ainda que por razões literárias e não estritamente desportivas), mas também porque se tratou de um confronto entre um clube e uma sociedade comercial, tendo o clube ganho.