Premium "Talvez daqui a 35 anos (...) os de Braga sejam pelo Braga"

"Talvez daqui a 35 anos (...) os de Braga sejam pelo Braga"
Miguel Pedro

Tópicos

PASSE DE LETRA - O cronista Miguel Pedro escreve hoje nas páginas de O JOGO sobre a relação dos bracarenses com o mais representativo clube da cidade e sobre a arbitragem da meia-final da Taça da Liga.

1 - O ano era o de 1985 e a época era, claro, a de 1984/85. Estávamos no início do verão e o campeonato de futebol da I Divisão estava a chegar ao fim. Cheguei de fim de semana vindo de Coimbra, onde estudava Direito. Nesse fim de semana, o Braga iria jogar contra o Rio Ave para a última jornada (acabou por empatar a um golo) e o clube tinha decidido que cada sócio poderia levar um amigo ao futebol.

A época até tinha sido razoável (o Braga terminou em 8.º, logo à frente do rival Vitória de Guimarães) e a equipa do Braga tinha muitos jogadores que eram (e são) da cidade. Alguns até se tinham cruzado comigo na passagem que tive pelas camadas jovens (sei bem que passei ao lado de uma grande carreira...), como o então muito jovem Carlos Carvalhal, o Quim Alberto, o Serra ou o Rifa, que jogavam ao lado dos menos jovens Vítor Santos, Fontes ou Jorge Gomes.