Exclusivo Próxima estação: transcendência

Próxima estação: transcendência

Não que Matheus Reis seja mau, muito pelo contrário, teve um desempenho surpreendente ao longo da época e dá garantias tanto na ala esquerda como a central, mas há outra acutilância com uma gazua da estirpe de Porro

Primeira palavra para Sarabia: obrigado. Foi, de facto, uma época espectacular do extremo espanhol, em termos técnicos, tácticos, estatísticos e de carácter. Deixou uma imagem muito positiva e creio que todos os adeptos do Sporting e do bom futebol vão ter saudades dele. Não é crível que regresse, mas fica uma marca. Está na história do clube. Como estão outros espanhóis, nomeadamente Adán e Porro, exemplos de profissionalismo e boa conduta.