Premium Aviões sim, estádios não?

Manuel Queiroz

Tópicos

Mas se não há problemas nos aviões, há problemas nos estádios, ao ar livre? Há os ajuntamentos, mas falo, por exemplo, de capacidade dos estádios reduzida a metade

Depois de grandes pressões da indústria de aviação e turismo, a EU permite que as companhias vendam os lugares que entenderem nas viagens de avião, considerando ainda um protocolo sanitário nada pesado. A pergunta é: mas se não há problemas nos aviões, há problemas nos estádios, ao ar livre? Há os ajuntamentos, mas falo, por exemplo, de capacidade dos estádios reduzida a metade. Francamente, acho que o confinamento já acabou na Europa, a não ser que haja uma segunda vaga do surto (esperemos que não) mas atenção que os casos estão a aumentar nos últimos dias.