Premium A Europa contra nós

Cinco jogos, uma vitória, um empate e três derrotas e nenhum dos adversários era daqueles de não darem hipótese.

Havia a Europa connosco, esta é uma Europa quase sem nós ou mesmo contra nós. Cinco jogos, uma vitória, um empate e três derrotas e nenhum dos adversários era daqueles de não darem hipótese, era tudo classe média e baixa (Slovan). E a vitória que houve (Sporting) foi de credo na boca e a aproveitar duas oportunidades em três. Silas ganhou os dois jogos ao comando do leão mas convém não abusar tanto da sorte. O Lask rematou 22 vezes (!!!) em Alvalade contra dez, o que diz quase tudo. Bruno Fernandes tem 10-7-5 (jogos, golos, assistências). A jogar medianamente só.

Nesta segunda jornada da Liga Europa fica claro que hoje defendemos mal em geral (golos sofridos em todos os jogos). Mas FC Porto e Vitória não marcaram. No caso dos dragões, o resultado foi bastante pior que a exibição global. Pode-se sempre dizer que as bolas no ferro de Larsson e Berghuis foram ao ferro exterior e as do Porto foram, pelo contrário, ao poste interior ou pleno. Mas não se pode defender tão mal. Não foram só os dois golos. E Nakajima não pode perder a bola de cada vez que um adversário lhe encosta o corpo.