Golo de James faz toda a diferença

Golo de James faz toda a diferença
Manuel Casaca

Tópicos

Gil Vicente e Rio Ave ganharam fora e ocupam sensacionalmente os lugares europeus - V. Guimarães esteve a perder, chegou a estar abaixo da linha de água, mas deu a volta e acabou a jornada com os mesmos pontos do quinto - Sporting a um ponto dos lugares da descida

A dupla colombiana J. J. desequilibrou o clássico e alterou o topo da classificação. Se o golo de Jackson abriu o caminho para a vitória e permitiu ao avançado liderar a lista dos goleadores, o de James fez toda a diferença. Permitiu ao FC Porto ter uma vantagem de 11 golos, contra 10 do Benfica, que até tem o ataque mais concretizador do campeonato, com 16 golos. Significa isto que os dragões vão liderar a prova, pelo menos, nas próximas três semanas. Sim, três semanas. À paragem motivada pelos jogos das seleções, acrescentaram no calendário uma eliminatória da Taça de Portugal. E como só volta a jogar em casa dia 4 de novembro, o FC Porto vai completar quatro anos sem perder no Estádio do Dragão - a última derrota foi a 25 de outubro de 2008. FC Porto e Benfica têm agora uma vantagem mais confortável para o Braga, surpreendido em casa pelo Olhanense, de Sérgio Conceição. Num jogo épico, os bracarenses tiveram de recuperar de uma desvantagem de 2-4.