Premium Mbemba após Marcano: uma questão táctica

Mbemba após Marcano: uma questão táctica
Luís Freitas Lobo

Tópicos

Mbemba a central pela meia-esquerda é, atenção, uma questão táctica em termos de equipa, não em termos individuais,

A lesão de Marcano, a rotura dos cruzados, terror da carreira dos futebolistas, abalou a preparação para o regresso. A dupla Pepa-Mbemba irá, em princípio, impor-se mas a provável passagem de Mbemba para a esquerda do eixo dos centrais não é igual para um jogador forte no sentido posicional de corte e de dobras na lateral direita (espaço em que também joga). Descaindo para a fazer o mesmo na esquerda, tal exigirá mais dele na sua natureza táctico-técnica. É o primeiro imprevisto que se coloca aos grandes nesta fase da luta pelo título em formar o onze mais forte para o atingir.

Mbemba a central pela meia-esquerda é, atenção, uma questão táctica em termos de equipa, não em termos individuais, porque incide sobretudo em dobrar, protegendo as costas de Alex Telles quando sobe, como fazia com Corona na faixa direita. Como as dinâmicas ofensivas de faixa e profundidade do FC Porto são essencialmente dos laterais nos últimos 30 metros é imperioso que, nos outros 30 metros que ficam atrás descobertos para o contra-ataque adversário, esteja um guarda-costas táctico de compensação infalível.