Premium "Herrera não parava. Se houvesse um quarto jogo a seguir acho que continuaria"

"Herrera não parava. Se houvesse um quarto jogo a seguir acho que continuaria"
Luís Freitas Lobo

Tópicos

PLANETA DO FUTEBOL - Um artigo de opinião de Luís Freitas Lobo.

1 O onze para o campeonato. O plantel para a Liga Europa. Numa altura em que a época chega a momentos decisivos, o Benfica de Bruno Lage define o campeonato como a grande aposta quando confrontado com o exercício de gestão física da equipa e jogadores-chave. O jogo com o Dínamo Zagreb teve, por isso, um arranque "sonolento". Faltavam os motores para fazer a equipa acelerar os processos de jogo. O sistema tático habitual (4x4x2) estava na mesma desenhado mas sem o ritmo habitual. Só a "busca vertical de espaços de Rafa" e o sentido de jogo de Pizzi reproduziam os princípios ofensivos da fórmula.

Sem ponta de lança de raiz, a primeira parte tornou a equipa sempre muito "curta" por mais que Rafa a tentasse esticar na sua velocidade. O problema é a diferença entre a rapidez que conquista a profundidade, e a que... aproveita a profundidade quando ela aparece. Rafa tem o fator invulgar de conseguir as duas coisas mas é preciso que o bloco se mova com inteligência para lhe permitir tanto dar como aproveitar. Nunca o achei jogador só para "espaços longos abertos". É jogador para diferentes "habitats", a equipa é que necessita de lhe proporcionar isso.